Fotografia: Arquivo DM

Escuteiros de Viana do Castelo lançam centro de formação e de apoio à comunidade

A Junta Regional de Viana do Castelo do Corpo Nacional de Escutas (CNE) vai iniciar, no verão, a construção de um centro de formação de escuteiros, orçado em 500 mil euros.

Lusa
8 Fev 2018

“Trata-se de um edifício que vem dar resposta às necessidades de espaço para formação de dirigentes escutistas mas que, simultaneamente, por estar dotado de valências como refeitório e alojamento para 60 pessoas, poderá ser colocado ao serviço da comunidade”, adiantou hoje à Lusa o chefe regional do CNE de Viana do Castelo, Manuel Vitorino.

Como exemplos, o responsável local desta associação católica de educação não formal explicou que a estrutura “poderá apoiar a proteção civil local, em caso calamidade que implique a retirada de populações ou acolher participantes em eventos desportivos ou de outra ordem que ocorram em Viana do Castelo”.

“Há muitas possibilidades que podem ser exploradas com a construção deste centro”, sustentou.

O novo espaço vai nascer “num terreno cedido pela Diocese de Viana do Castelo, por um período de 50 anos, renovável”, junto à sede da Junta Regional de Viana do Castelo do CNE, situado no Cabedelo, na margem esquerda do rio Lima, na capital do Alto Minho.

“O projeto de arquitetura está aprovado. Aguardamos o licenciamento camarário para avançar com os trabalhos que estimamos iniciar, no terreno, no verão”, apontou Manuel Vitorino, adiantando que as novas instalações “terão uma área coberta de 400 metros quadrados”.

O chefe regional do CNE de Viana do Castelo Manuel Vitorino adiantou que face à “dimensão” do investimento, “muito do trabalho” de construção do equipamento “será feito pelos próprios escuteiros, cerca 1.600 em todos os agrupamentos existentes em oito dos dez concelhos do distrito de Viana do Castelo”.

No Alto Minho apenas os concelhos de Melgaço e Paredes de Coura não dispõem de agrupamentos de escuteiros por razões de “dinâmica demográfica”.

“São concelhos que registam uma taxa de natalidade baixa e que, por esse motivo, não dispõem de jovens em número suficiente formar um agrupamento, tal como está previsto”, especificou.

Já no próximo dia 03 de março, às 21:30, a Junta Regional do CNE, vai promover um encontro regional de coros escutistas, em Vila Nova de Cerveira, cujas receitas da venda de ingressos (2,5 euros) reverterão a favor daquele projeto.

O espetáculo, que conta com o apoio do agrupamento 981 de Campos e da Câmara de Vila Nova de Cerveira pretende ainda “divulgar junto da comunidade, parte dos repertórios musicais que os grupos corais dos agrupamentos da região, executam nas suas atuações, nos acompanhamentos e nas diversas cerimónias que integram”.

O encontro contará com a participação de oito coros do distrito de Viana do Castelo.





Notícias relacionadas


Scroll Up