Fotografia: DM

Ciclo “Nova Ágora” de regresso para promover a «cultura do encontro»

Evento, promovido pela Arquidiocese de Braga, realiza-se nos dias 5, 12 e 19 de março em formato online.

Jorge Oliveira
22 Fev 2021

O Ciclo de Conferências Nova Agora, evento da Arquidiocese de Braga, está de regresso depois de o ano passado ter sido cancelado devido à pandemia de covid-19.

Este ano, as conferências decorrerão nos dias 5, 12 e 19 de março, em formato online, abordando três temas atuais que preocupam a humanidade: a agonia do planeta, a pandemia de covid-19 e a precariedade laboral.

Bagão Félix, economista e antigo ministro, Fernando Regateiro, professor universitário, e Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, da Solidariedade e Segurança Social são alguns dos convidados desta sexta edição da “Nova Ágora – Olhares sobre”, cujo programa foi apresentado hoje à comunicação social, por videoconferência, com a presença do Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, do coordenador do evento, o cónego Eduardo Duque, e do diretor do Departamento Arquidiocesano da Comunicação Social, o padre Paulo Terroso.

A “Nova Ágora”, disse, D. Jorge Ortiga, é uma expressão do cuidado que a Arquidiocese de Braga tem de promover a cultura nas suas múltiplas vertentes, procurando levar à reflexão e à cooperação e não à concorrência dos saberes.

«É um momento para promover a cultura do encontro como Papa Francisco diz, e queremos fazê-lo dentro da Igreja e para Igreja em primeiro lugar, para os cristãos, mas também para fora numa vertente interreligiosa, aberta a qualquer confissão religiosa, e também para não crentes ou até mesmo ateus. Queremos, efetivamente, ser um diálogo plural, movidos pelo intuito de servir o homem, sabendo que o homem está sempre no centro das nossas preocupações. Tudo o que é humano nos interessa», referiu.

O Arcebispo de Braga manifestou o desejo de que a partir desta sexta edição da “Nova Ágora”, para além da reflexão pessoal que cada um dos participantes possa fazer, seja possível a constituição de “laboratórios culturais”, um desafio lançado pelo Papa na carta apostólica “A Alegria da Verdade” sobre o ensino, a cultura.

O programa do ciclo de conferências “Nova Ágora” 2021 foi apresentado pelo coordenador do evento, o cónego Eduardo Duque.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up