Fotografia: Nuno Cerqueira

Congresso da Juventude Popular ‘online’ agendado para 06 e 07 de março

“O formato digital é a melhor resposta para uma instituição de portas abertas para o futuro” e “garante o cumprimento da democracia interna da JP e a saúde dos militantes da organização, das suas famílias e conhecidos”, acrescenta o dirigente.

Redação / NC
22 Fev 2021

O congresso da Juventude Popular (JP), no qual será eleito o próximo líder da estrutura que representa os jovens do CDS-PP, vai realizar-se digitalmente nos dias 06 e 07 de março, foi hoje anunciado.

O XXIV Congresso da Juventude Popular esteve inicialmente agendado para 28 e 29 de novembro, em Braga, mas foi suspenso uns dias antes devido ao agravamento da pandemia e às medidas para a conter, decorrentes do estado de emergência.

Na altura, o presidente interino da JP, Francisco Mota, disse que os órgãos tinham decidido que seria indicada “uma nova data até 15 dias depois do levantamento do estado de emergência” no país.

Numa nota enviada hoje à agência Lusa, aquela estrutura informa que o Congresso Nacional realiza-se nos “próximos dias 06 e 07 de março”, decorrerá “em formato ‘online’ e elegerá os órgãos nacionais da estrutura centrista para o biénio 2021-2023”.

Citado no comunicado, o presidente da Comissão Organizadora do Congresso e secretário-geral da JP, Francisco Kreye, defende que o formato ‘online’, “onde participarão todos os delegados ao congresso, é uma resposta atual, sólida e consciente da situação política do país, não posicionando a JP enquanto estrutura de exceção ou privilégio face à realidade da grande maioria dos portugueses”.

“O formato digital é a melhor resposta para uma instituição de portas abertas para o futuro” e “garante o cumprimento da democracia interna da JP e a saúde dos militantes da organização, das suas famílias e conhecidos”, acrescenta o dirigente.

O único candidato à liderança da JP é Francisco Camacho (27 anos), primeiro subscritor da moção de estratégia global “Responder ao Futuro”.

Francisco Mota assumiu interinamente a liderança da JP na sequência de Francisco Rodrigues dos Santos ter sido eleito presidente do CDS-PP, há um ano.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up