Fotografia: DR

Tibães e Biscaínhos incluídos em pacote de três milhões para património do Norte

As sete candidaturas terão um prazo de execução de dois anos.

Carla Esteves
23 Fev 2021

O Museu dos Biscainhos e o Mosteiro de Tibães, em Braga,  bem como o Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães, fazem parte de um “pacote” de sete monumentos da região Norte que serão alvo de restauro, num investimento total superior a 3 Milhões de euros.

A Direção Regional de Cultura do Norte acaba de ver aprovadas estas sete novas candidaturas apresentadas ao Aviso Património Cultural-Infraestrutural do Programa Operacional Norte 2020, que terão como prioridade de investimento, a conservação, proteção, promoção e desenvolvimento do Património Natural e Cultural.

As candidaturas agora aprovadas, com prazo de execução de dois anos, e irão incidir nos seguintes monumentos: Paço dos Duques de Bragança (Guimarães), Museu dos Biscainhos (Braga), Museu da Terra de Miranda (Miranda do Douro), Mosteiro de Tibães (Braga), Mosteiro de São Bento da Vitória (Porto), Igreja Matriz de Torre de Moncorvo e Igreja Matriz de Vila do Conde.

Segundo a DRCN a estratégia delineada  visa a descentralização do investimento, alargando as suas ações a todo o território, num plano de trabalho em rede que contempla, igualmente, o apoio a candidaturas apresentadas por outras entidades e que mereceram, igualmente, aprovação. 

 Visando a salvaguarda e proteção do património, mas também a sua dinamização, divulgação e consequente fruição por parte do público, as candidaturas apresentadas aos fundos comunitários revestem-se de um caráter transversal, dando continuidade ao trabalho que tem vindo a ser realizado ao longo dos últimos anos, num claro esforço de criação de sinergias alargadas a todo o território, com evidentes repercussões ao nível das economias locais.  

O Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães, terá um investimento total de 281.763,31 euros; no Museu dos Biscainhos, em Braga, será feito um investimento total de  701.226,39 euros; no Mosteiro de Tibães, em Braga, serão investidos 330.688,12 euros; no Museu da Terra de Miranda, em Miranda do Douro, haverá um investimento total de  819.590,00 euros. Já no Mosteiro de São Bento da Vitória, no Porto, será efetuado um investimento total de 144.878,19 euros; na Igreja Matriz de Torre de Moncorvo, o investimento total será de  204.900,31 euros e na Igreja Matriz de Vila do Conde o investimento será de 579.836,38 euros.





Notícias relacionadas


Scroll Up