Fotografia: Ana Marques Pinheiro

Estado é «um mau exemplo» na gestão dos apoios europeus

Afirmou presidente da Câmara municipal na abertura de “webinar” sobre fundos europeus.

Joaquim Martins Fernandes
13 Mar 2021

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, disse ontem que «os muitos milhares de milhões de euros» que vão começar a chegar a Portugal «podem ajudar a robustecer» a economia do país, se forem seguidas «as boas práticas na aplicação dos fundos europeus».

«Portugal vai ter dezenas de milhares de milhões de euros para desenvolver a economia, mas é bom que sejam investi- dos em áreas que potenciem a criação de riqueza», acentuou, recordando que embora os portugueses estejam «habituados a viver com fundos comunitários», os exemplos do passado nem sempre foram bons.

«O Estado é um dos maus exemplos», acusou Ricardo Rio, numa alusão à concentração dos 13,9 milhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) na órbita da Administração Pública Central.

O autarca bracarense falava na sessão de abertura do “webinar” sobre fundos europeus, promovido pela Agência para a Dinamização Económica de Braga (InvestBraga), em parceria com a consultora PricewaterhouseCoopers (PwC) e que decorreu na manhã de ontem a partir do estúdio digital da InvestBraga.

[Notícia completa na edição impressa de hoje do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up