Fotografia: Avelino Lima

Vigília Pascal convoca Arquidiocese de Braga a cuidar dos jovens

D. Jorge Ortiga defende que é preciso motivar a juventude para causas e colocar Cristo no seu caminho.

Jorge Oliveira
4 Abr 2021

A Arquidiocese de Braga celebrou esta noite, na Sé Primacial, o principal momento litúrgico na vida dos cristãos, a Vigília Pascal.

O Arcebispo Primaz dedicou a sua reflexão aos jovens alertando que é necessário apontar-lhes um sentido para a vida e o verdadeiro caminho da felicidade.

Na presença de grande número de fiéis,  D. Jorge Ortiga chamou a atenção para a fragilidade da juventude portuguesa e pediu uma «solicitude particular»neste tempo em que «com facilidade se atribui a culpa desta situação à normalidade provocada pela pandemia».

Afirmando que há «muitas nuvens, muitos problemas que afetam particularmente os jovens, D. Jorge defendeu que é necessário motivar a juventude para causas que os «transcendem e envolvam toda a vida».

O prelado disse ter ficado «impressionado», e até mesmo «chocado», com os resultados de um inquérito feito pela Associação Académica de Coimbra em que mais de 70 por cento dos estudantes questionados respondeu que tinha ponderado desistir do curso, 9 e em 10 confessou-se emocionalmente fragilizado e 20 por cento já tinha mesmo ponderado pôr fim à vida.

«O que aconteceu em Coimbra é muito possível que aconteça em Braga e noutros mundos universitários», observou na homilia.

Noutra passagem da sua reflexão, D. Jorge pediu  aos cristão da Arquidiocese que deem um «rosto jovem à Igreja» e coloquem Cristo no caminhos dos jovens, frisando que parte deles vive sem ideais e projetos de vida.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up