Passadeiras, nem vê-las…

12 Abr 2021
1647
Fotografia:

A zona que se avizinha da Universidade do Minho e do Laboratório Ibérico
Internacional de Nanotecnologia (INL) está a ser alvo de obras de
“encher o olho”. Empreitada que, diga-se de passagem, não agrada a todos
e vai merecendo até críticas das mais variadas de quem por ali passa
todos os dias. E nessas, o maior reparo vai para a falta de passadeiras ou, pelo
menos, para a falta de algo que as sinalize. E se o leitor olhar atentamente para
o retrato que encima estas breves linhas, vai poder dizer que as ditas cujas
não se vislumbram em lugar nenhum. É certo que por ali existem umas lombazitas,
que só se sentem por quem ali passa no seu popó… mas, e quem vai
a pé e quer atravessar a rua? Por isso, meus senhores, toca a armar a brigada
de tinta e pincel e proceder de imediato à pintura que já tarda. Porque se é
para manter as passadeiras como se de um fantasma se tratasse… boa bai ela!


Scroll Up