Vídeo: DR

O BRT é o projeto que ascende aos 150 milhões de euros e é um sistema de transportes público de alto nível e qualidade que funcionará com veículos rodoviários de passageiros em canal dedicado, ao longo de quinze quilómetros, com prioridade nos cruzamentos.

Nuno Cerqueira
14 Abril 2021

O primeiro Ministro, António Costa, disse hoje em Lisboa que o Bus Rapid Transit (BRT) vai avançar em Braga, que o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, prefere que seja incluído já no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR)

 

«Depois das declarações anteriores do Ministro do Ambiente e da Ministra da Coesão, é importante ouvir da boca do primeiro Ministro o compromisso inequívoco com este projeto. Mas por uma razão de celeridade de concretização e de níveis de comparticipação do investimento ficaríamos mais tranquilos se o mesmo fosse incluído no PRR, até porque tem tanta ou mais maturidade que outros que foram lá inscritos», disse o edil ao Diário do Minho.

Já sobre as mesmas declarações do primeiro Ministro, esta manhã numa cerimónia sobre a expansão do Metro de Lisboa, o candidato do PS à Câmara de Braga, Hugo Pires, expressou «satisfação com o anúncio do primeiro Ministro António Costa de que o #BRT (𝐵𝑢𝑠 𝑅𝑎𝑝𝑖𝑑 𝑇𝑟𝑎𝑛𝑠𝑖𝑡) avançará em Braga, no âmbito do quadro europeu de apoio 2020/30».

«A implementação de BRT é um dos objetivos presentes no Programa de Governo. Este é um sistema de transportes público de alto nível e qualidade que funcionará com veículos rodoviários de passageiros em canal dedicado, aumentando a sua eficiência a um custo muito mais baixo», afirmou Hugo Pires.

O BRT é o projeto que ascende aos 150 milhões de euros e é um sistema de transportes público de alto nível e qualidade que funcionará com veículos rodoviários de passageiros em canal dedicado, ao longo de quinze quilómetros, com prioridade nos cruzamentos.


Outros Vídeos

Scroll Up