Fotografia: DM

Obra completa sobre Sá de Miranda apresentada em Amares

Pensamento deste poeta e humanista nascido no século XV «continua atual»

Jorge Oliveira
5 Mai 2021

Foi apresentada esta manhã, em Fiscal, Amares, “Francisco Sá de Miranda – Obra Completa”, um volume de 680 páginas organizado por Sérgio Guimarães de Sousa, diretor do Centro de Estudos Mirandinos, João Paulo Braga, da Universidade Católica Portuguesa, e Luciana Braga, do Centro de Estudos Mirandinos.

Na sessão, realizada ao ar-livre, nos jardim da Casa da Tapada, onde o poeta quinhentista viveu parte da sua vida e terá morrido, Sérgio Guimarães de Sousa deu nota que os estudos mirandinos estão numa «nova fase de revitalização» e dentro de meses sairá uma nova edição sobre Sá de Miranda.

O docente e investigador referiu que o pensamento deste poeta e humanista continua atual, pelo que «vale a pena» ler a sua «valiosa obra».

A última vez que uma obra completa de Sá de Miranda deu à estampa, em dois volumes, foi em 1937, pelas edições Sá da Costa, da responsabilidade do professor Rodrigues Lapa.

«Estava na altura de reunir num só volume a obra completa deste poeta, que era uma consciências vertical da nação, e sobretudo voltar ao texto original», disse o investigador.

Esta nova obra, influenciada por outras edições, incluindo a da Sá da Costa, distingue-se das demais porque os autores foram ao texto original e tentaram respeitar ao máximo o texto original para que Sà de Miranda seja lido, tanto quanto possível, como na época. Contém cerca de duas mil notas de rodapé.

A sessão contou ainda com Cidália Abreu, vereadora da Câmara de Amares, Luciana Braga, co-organizadora da obra, e Catarina Soares, representante da Casa da Tapada.





Notícias relacionadas


Scroll Up