Fotografia: Confraria de São Bento das Peras

Romaria de São Bento das Peras vai ter fortes medidas de segurança

Andor vai percorrer todas as igrejas do Arciprestado de Vizela

Joaquim Martins Fernandes
7 Jun 2021

O A romaria em honra de São Bento da Peras, no Arciprestado de Vizela, vai decorrer debaixo de um Plano de Contingência que impõe fortes restrições à presença dos romeiros no espaço do santuário, anunciou hooje a Confraria, num comunicado conjunto com a Câmara Municipal de Vizela.

As medidas anunciadas serão particularmente restritivas nos dias 10 e 11 de julho, datas em que as festividades religiosas vão registar a maior afluência de fiéis.

As medidas de segurança definidas para as festividades vão marcar a descida à cidade do andor de São Bento das Peras, que será transportado no carro dos Bombeiros Voluntários de Vizela e que irá percorrer as freguesias do concelho, com passagem em todas as igrejas do Arciprestado.

As regras apertadas de segurança contemplam também a «definição de trajetos de circulação no recinto do santuário», a colocação de «sinalética informativa acerca do distanciamento social de segurança», o alerta para «o uso obrigatório de máscara» e «a proibição de montagem de espaços de venda ambulante e de restauração e bebidas».

Na linha das medidas de segurança preconizadas no Plano de Contingência definido pela Confraria, a Câmara Municipal de Vizela reforçou a necessidade de encerramento da ermida, do parque de merendas, das casas de banho, do posto de vendas e dos miradouros.

A colocação, ao longo do recinto, de dispensadores de gel desinfetante é uma outra obrigação. Proibida está também a concentração de pessoas nos vários espaços do recinto do santuário.
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up