Fotografia: DR

Poetisa Ana Luisa Amaral vence prémio que prestigia Amares e Francisco Sá de Miranda

Com a obra poética “Ágora”

Francisco de Assis
9 Jun 2021

O vencedor da segunda edição do prémio literário Francisco Sá de Miranda foi conhecido hoje à tarde e pode dizer-se que premiou um consagrado, neste caso uma consagrada da literatura portuguesa. Trata-se de Ana Luísa Amaral, com a obra poética “Ágora”, uma revisitação ilustrada da Bíblia, mais precisamente do Novo Testamento.

O Município de Amares e o júri, liderado por Sergio Guimarães, mostraram-se felizes pela escolha, que honra Amares e o próprio patrono do prémio, ou seja, o poeta Francisco Sá Miranda.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up