Fotografia: DR

Município de Cerveira inaugura mural alusivo à bienal de arte

Residências artísticas “Amar o Minho” visam democratização do acesso à arte

Redação
21 Jul 2021

O município de Vila Nova de Cerveira e a zet gallery inauguram, no próximo dia 24 de julho, às 10h00, a obra “Homenagem ao eterno mestre dos inquietos”, da autoria do artista venezuelano Juan Domingues.

Trata-se de uma pintura mural em homenagem a Henrique Silva, artista e antigo diretor da Bienal Internacional de Cerveira, integrada no programa de residências artísticas “Amar o Minho”, projeto promovido pelo consórcio MINHO IN que integra os 24 município do Minho.

A intervenção artística, realizada numa das paredes do Cineteatro de Cerveira, apresenta duas figuras de Henrique Silva, correspondendo a dois períodos da sua vida, nomeadamente da juventude e da atualidade. Juan Domingues procurou «retratá-lo na sua diversidade de momentos de vida, captando-lhe o olhar sincero e inquieto e uma eterna incapacidade de resignação», desvenda Helena Mendes Pereira, diretora e curadora da zet gallery.

A cerimónia de inauguração do vai decorrer na zona exterior do Cineteatro de Cerveira. Para as as 11h00 está agendada a sessão de apresentação do livro “Bienais Internacionais de Arte de Cerveira (2008 a 2020): resiliências, crises e transformações”, da autoria de Helena Mendes Pereira, uma edição daquele município com o apoio da Fundação Bienal de Arte de Cerveira e da Universidade do Minho.





Notícias relacionadas


Scroll Up