Vídeo: Nuno Cerqueira

Açoriano João de Melo foi o vencedor.

Nuno Cerqueira
25 Julho 2021

O dstgroup entregou, ontem, o galardão XXVI edição do Grande Prémio de Literatura dst, ao escritor João de Melo, pela obra “Livro de Vozes e Sombras”.

O escritor, natural dos Açores, afirmou que a iniciativa da dst em apostar na cultura literária é «uma espécie de milagre português».

O evento que decorreu no Theatro Circo contou ainda com a atuação dos Dead Combo.

Sobre o livro, o escritor natural dos Açores, referiu que é uma obra centrada em pilares da história portuguesa do século XX, na exaltação e nas aspirações revolucionárias do pós 25 de abril vividas entre os Açores, Lisboa e as ex-colónias.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por E24 (@e24.pt)

«Uma espécie de triângulo entre África, Lisboa e Açores. Um romance no mesmo tempo, com histórias diferentes que acabam unidas numa solução final», deu conta João de Melo, que com a obra mostra uma visão pessoal do período revolucionário de abril em 1974, incluindo o movimento que queria anexar os Açores aos Estados Unidos da América, a Frente de Libertação dos Açores.

 


Outros Vídeos

Scroll Up