Fotografia: Arquivo DM

Estreia do Festival Authentica coloca Braga «no mapa dos eventos nacionais»

Kodaline e Rag’n’Bone Man são os cabeças-de-cartaz, atuando ainda James Bay, Zara Larsson, Nothing But Thieves, De La Soul, Dino D’Santigo, Mundo Segundo & Sam The Kid, ProfJam e Jimmy P.

Rita Cunha
7 Set 2021

Era para se ter estreado no ano passado, mas a pandemia de covid-19 veio trocar as voltas e é em 2021, mais precisamente nos dias 11 e 12 de dezembro, que o Festival Authentica chega a Braga, trazendo nomes internacionais e nacionais como Kodaline, James Bay, Rag’n’Bone Man, Dino d’Santiago, Mundo Segundo & Sam The Kid e Jimmy P. Ao todo, são 30 concertos que passam por diversificados estilos musicais, desde o rock ao hip-hop, não esquecendo a pop.

Uma das particularidades deste evento é o facto de decorrer no inverno e, segundo Marco Polónia, da promotora Malpevent, a estratégia passa precisamente por «preencher uma lacuna que existe em Portugal», uma vez que, «a partir de setembro, para se ver um artista, tem-se de comprar bilhete em nome próprio». «Este é um festival quente em pleno inverno (…). Queremos oferecer algo diferente e em dezembro. Esperamos que aconteça sempre aqui no Altice Forum Braga por muitos e bons anos», explicou.

O Altice Forum Braga será completamente readaptado para acolher este festival pelo qual passarão milhares de pessoas em apenas dois dias.

No recinto serão instaladas áreas de bem-estar, de alimentação e de diversão (com jogos), para além de uma outra que, para já, ainda é surpresa. Haverá, por exemplo, a oportunidade de fazer tatuagens, comprar merchandising e até mesmo tratar do cabelo ou da barba.

Os palcos serão quatro ao todo. No palco Authentica atuarão três artistas ou bandas internacionais por dia, e pelo palco Urban passarão dois artistas nacionais e dois internacionais por dia. Já o palco Auditorium é especialmente dedicado a «grandes artistas que estão a nascer» e que a organização pretende promover, contribuindo assim para um “salto” na sua carreira, explicou Marco Polónia. Por fim, o Dancing Room, tal como o nome indica, é um palco dedicado à música eletrónica e contará com a atuação de quatro dj’s por dia.

O programa pode ser consultado em ‘www.festivalauthentica.com’.





Notícias relacionadas


Scroll Up