Fotografia: DR

GNR inicia hoje ações de sensibilização para assinalar regresso às aulas

As ações têm por objetivo transmitir conselhos de segurança aos diversos intervenientes no ambiente escolar, desde professores, alunos e encarregados de educação.

Redação/Lusa
14 Set 2021

A GNR vai realizar um conjunto de ações de sensibilização no âmbito da segurança dirigidas à comunidade escolar em todos os estabelecimentos na sua área de responsabilidade para assinalar o regresso às aulas, anunciou hoje a corporação.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) refere que as ações têm por objetivo transmitir conselhos de segurança aos diversos intervenientes no ambiente escolar, desde professores, alunos e encarregados de educação.

Nesse sentido, “as Secções de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário (SPC) e os militares dos Postos Territoriais irão promover ações de sensibilização no âmbito da segurança na rua, em casa e ainda segurança rodoviária, uma vez que o fluxo de trânsito aumenta devido ao transporte dos alunos para a escola, sendo importante alertar os condutores para a utilização dos cintos de segurança e dos sistemas de retenção para crianças”, destaca a GNR.

Durante as ações, que se iniciam hoje, dia em que arranca o ano letivo no ensino obrigatório, a GNR vai também divulgar o Programa Escola Segura e dar a conhecer os militares responsáveis pelo programa na respetiva escola, com a distribuição do número de contacto das SPC.

A GNR lembra que tem à sua responsabilidade cerca de cinco mil estabelecimentos de ensino, onde os militares irão promover estas ações e transmitir alguns conselhos de segurança.

Neste âmbito, a GNR vai aconselhar aos jovens estudantes que no deslocamento de e para a escola circulem sempre que possível acompanhados ou em grupo e evitar passar em locais isolados ou com pouca luz, memorizar no telemóvel o número do posto da guarda local, num dos números de marcação rápida e esperar pelos pais, por algum familiar, dentro da escola.

No que diz respeito à utilização da internet, a GNR recomenda que escolham bem os conteúdos que publicam, não deixar palavras-passes acessíveis, nem as mostrar a amigos, não acreditar em tudo o que se diz ou mostra online e informar pais e encarregados de educação, professores ou auxiliares da escola sempre que tiverem um problema.

A GNR recomenda igualmente aos pais que acompanhem o desenvolvimento escolar e as rotinas do seu filho, que os ensinem a colocar o número do Posto da GNR local num número de marcação rápida e informar a guarda sempre que tiverem conhecimento ou suspeita de que o seu filho ou colegas estejam a ser vítimas de ameaças, agressões ou outro tipo de crime.

O ano letivo arranca para cerca de 1,2 milhões de alunos do 1.º aos 12.º anos de escolaridade, num ano em que começa também o plano para recuperar as aprendizagens perdidas durante os confinamentos forçados pela pandemia de covid-19.





Notícias relacionadas


Scroll Up