Fotografia: Diário do Minho

Braga: Convívio juntou antigos escuteiros da Sé do agrupamento número 1

Escuteiros.

Nuno Cerqueira
6 Out 2021

Um grupo de antigos amigos do Corpo Nacional de Escuteiros (CNE) da Sé, do agrupamento número um, juntou-se em convívio, numa habitual tradição que apenas foi interrompida pela pandemia.

O evento foi marcado por uma missa na Igreja de São João do Souto.

Um dos elementos mais antigos deste convívio, e um dos grandes impulsionadores do evento, foi o chefe Alfredo Duarte, já a caminho dos 91 anos de idade e antigo empregado da Farmácia Pipa.

O momento também ficou marcado por um almoço e tradicional fotografia de família.

Recorde-se que o movimento escutista em Portugal nasceu entre a Sé e São Lázaro, sendo referenciada a data de 27 de maio de 1923 como primeiro dia do CNE em Portugal.

«Foram seus fundadores o Arcebispo Dom Manuel Vieira de Matos e Avelino Gonçalves, que a 24 de maio de 1923, faziam a sua primeira reunião, no prédio n.° 20 da Praça do Município, para estudarem a possibilidade e oportunidade da criação de um grupo de Scouts Católicos em Portugal: Assim nasceu o Corpo de Scouts Católicos Portugueses, cujos estatutos foram aprovados a 27 de maio desse mesmo ano pelo governador civil de Braga e confirmados em 26 de novembro pela portaria n.° 3824 do Ministério do Interior e Direcção Geral de Segurança, começando a partir desse dia a existir oficialmente, com legalidade e personalidade jurídica», lê-se na página oficial dos escuteiros em Portugal.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up