Fotografia: Direcção-Geral de Saúde

Internamentos em enfermaria e UCI’s com ligeira subida

Portugal regista hoje mais 829 casos confirmados de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, três mortes associadas à covid-19.

Redação / Lusa
26 Out 2021

Portugal regista hoje mais 829 casos confirmados de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, três mortes associadas à covid-19 e novo aumento nos internamentos em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo dados oficiais.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado hoje, estão agora internadas 301 pessoas, mais 11 do que na segunda-feira, das quais 62 em unidades de cuidados intensivos, mais três nas últimas 24 horas.

Os três óbitos, de pessoas com mais de 80 anos, foram registados nas regiões de Lisboa (2) e do Norte (1).

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 18.141 pessoas e foram registados 1.086.280 casos de infeção.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se entre os idosos com mais de 80 anos (11.837), seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos (3.884).

Do total de vítimas mortais registadas até à data, em Portugal 9.515 eram homens e 8.626 mulheres.

Os dados divulgados pela DGS mostram também menos 458 casos ativos, para um total de 30.878, e que 1.284 pessoas foram dadas como recuperadas da covid-19 nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 1.037.261 recuperados.

Nas últimas 24 horas, o número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde subiu (mais 345), situando-se nos 21.469.

Na segunda-feira, a DGS divulgou os dados relativos à incidência e transmissibilidade do vírus que tem vindo a subir.

A média do primeiro indicador – média de novos casos a 14 dias por 100 mil habitantes – subiu para 92,4, ainda assim abaixo dos 120 definidos pelo Governo como o limite de risco.

No que diz respeito ao R(t), cifra-se, agora, nos 1,06, significando, por isso, que estamos acima da “zona verde” definida pelo Governo.





Notícias relacionadas


Scroll Up